Blog

AWS mira estados e municípios

aws diretor

A Amazon Web Services(AWS) deixou claro que está de olho nos estados e municípios durante o AWS Public Sector Symposium, evento para o setor público promovido pela empresa americana em Brasília na última terça-feira, 9.

“O primeiro passo foi trabalhar em nível federal. Fizemos, por exemplo, a eleição presidencial do ano passado com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O segundo passo da maturidade do mercado é começar a trabalhar com estados e municípios”, declarou Andrés Tahta, diretor geral da AWS para o setor público na América Latina e Caribe.

O executivo citou como principal exemplo o Governo do Estado do Ceará, com o qual atua há “vários anos”. Com o estado nordestino, a empresa assinou uma política de cloud first, tem um centro de excelência e um histórico de treinamentos.

“No Brasil, temos muito boa relação com o estado do Ceará e também estamos trabalhando com o estado de São Paulo. Firmamos um acordo com o estado do Pará e ainda tem vários mais que estamos trabalhando”, exemplificou Tahta.

Em nível municipal, o diretor citou exemplos em outros países da América Latina, como o município de Córdoba, na Argentina, que migrou seu mainframe para a nuvem.

“Temos um foco muito grande em estados e municípios. Eu tenho uma pessoa que trabalha diretamente comigo que é responsável por estados e municípios da América Latina, pela prioridade que tem para nós e pela oportunidade que representa”, destacou Tahta.

SETOR PÚBLICO NA AWS

O evento da última terça-feira foi o primeiro simpósio da AWS para o setor público na América Latina, reforçando a posição do Brasil como país mais relevante para a empresa na região.

Em seguida, vêm nações como Chile, Colômbia, México, Argentina e Peru. Com menos relevância, aparecem na lista países como El Salvador, Guatemala e Costa Rica.

“Temos muitos clientes do setor público no Brasil, particularmente em Brasília, e uma equipe muito consolidada. Para a nossa primeira experiência em um simpósio focado 100% no setor público, achamos que o melhor lugar para fazer era o Brasil. Desejo que no ano que vem voltemos, não sabemos ainda. Mas o que eu vi hoje me deixou muito contente”, afirmou Tahta.

Na AWS, os clientes considerados como setor público são: governos federais, estaduais e municipais; educação pública e privada; saúde; setor financeiro público; e Organizações Não Governamentais (ONGs).

A companhia não divulga o número de clientes na América Latina, apenas indicando que ele está na casa dos “milhares”. No mundo, são mais de 7,5 mil clientes governamentais e 90 mil clientes de educação e ONGs.

Entre os clientes locais da empresa no setor público, estão Hospital Sírio-Libanês, Hospital Israelita Albert Einstein, Controladoria-Geral da União (CGU) e Datasus.

Fique por dentro das inovações tecnológicas aqui no blog da https://www.itexperts.com.br/contato/

Originalmente publicado em Baguete

Mantenha-se atualizado

Leia também

BlogNoticias

Mistral Large (AI) – agora disponível no Amazon Bedrock

Quero saber mais
BlogNoticias

Tripé 5G, Edge Computing e Cloud exige mudança cultural na organização

Quero saber mais
BlogNoticiasTecnologia e Educação

Estatísticas da computação em nuvem na educação mundial

Quero saber mais
Abra o chat
Olá, gostaria de um atendimento?
Olá! No que podemos te ajudar?