BlogNoticias

Aluno de federal do Ceará é premiado na AWS DeepRacer

O estudante João Victor Carvalho de Oliveira, do curso de Engenharia de Software do Campus da UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (UFC) em Quixadá, foi o primeiro lugar da competição da qual alunos do Brasil inteiro participaram.
A AWS DeepRacer é uma competição de carros autônomos em que são utilizados modelos de aprendizagem de máquina (machine learning) para conseguir completar um circuito no menor tempo possível.

Desenvolvedores de todos os níveis de habilidade podem aprender o machine learning por meio de um simulador de corrida 3D baseado em nuvem, carro de corrida totalmente autônomo em escala 1/18, impulsionado pelo aprendizado por reforço e pela liga mundial de corridas.

O AWS DeepRacer oferece uma maneira interessante e divertida de dar os primeiros passos com o Reinforcement Learning (RL – Aprendizado por reforço). O RL é uma técnica avançada de Machine Learning (ML) que adota uma abordagem de treinamento de modelos muito diferente dos outros métodos de Machine Learning.

Sua grande vantagem é que ele aprende comportamentos muito complexos sem exigir dados de treinamento rotulados e pode tomar decisões de curto prazo ao mesmo tempo que otimiza para uma meta de prazo mais longo.

A AWS DeepRacer League oferece uma oportunidade para estudantes e desenvolvedores competirem por prêmios e conhecer outros entusiastas do machine learning, de forma online e também presencial.

João Victor Carvalho de Oliveira

João Victor participou do evento como aluno convidado e teve todas as despesas pagas pela Amazon. Ele foi indicado pelo Prof. João Marcelo Alencar, do Campus da UFC em Quixadá, que já ministrou treinamentos da AWS no campus.

De acordo com João Victor, 14 estudantes tiveram um treinamento virtual, que durou cerca de um mês. Finalizado esse primeiro momento, 13 estudantes foram presencialmente a São Paulo, para assistir a palestras sobre cultura da empresa e inteligência artificial, além de conhecer a empresa e participar da competição propriamente dita.

“A gente teve a oportunidade de fazer dois cursos na plataforma estudante [da AWS]. Foram 20 horas de cursos e a chance de testar com o simulador. Uma coisa que contribuiu para eu ter um desempenho melhor na competição foi o background que adquiri na faculdade. Há dois anos eu fiz uma cadeira chamada Aprendizado de Máquina, ministrada pelo Prof. Regis Pires, em que tive a oportunidade de aprender os fundamentos e a base que eu utilizei para aprender esses novos conceitos [nos cursos da AWS] para o evento”, destaca.

Fique por dentro das inovações tecnológicas aqui no blog da https://www.itexperts.com.br/contato/

Originalmente publicado em BaixoJaguaribe

Mantenha-se atualizado

Leia também

BlogNoticias

A COMPUTAÇÃO EM NUVEM JÁ FAZ PARTE DO SEU DIA A DIA

Quero saber mais
BlogTecnologia e Educação

Escola na nuvem para professores

Quero saber mais
BlogNoticias

Novo mecanismo generativo AWS

Quero saber mais
Abra o chat
Olá, gostaria de um atendimento?
Olá! No que podemos te ajudar?