BlogNoticias

Como a computação em nuvem está impactando a educação

A computação em nuvem, também chamada pelo seu nome em inglês Cloud Computing, impactou significativamente todas as áreas de mercado nos últimos anos — e com a educação não seria diferente. A nuvem proporciona redução dos custos de infraestrutura, maior eficiência e escalabilidade. Mas talvez o grande benefício da nuvem para a educação seja o aumento da acessibilidade.

Os recursos na computação em nuvem podem ser acessados de qualquer lugar, bastando um dispositivo com acesso a internet. Isso somado à ampla adoção do e-Learning — impulsionada ainda mais pela pandemia do coronavírus — provou que a computação em nuvem era a solução que a educação precisava para ser mais eficiente e proporcionar uma melhor experiência de aprendizagem.

Mas se você ainda tem dúvidas quanto a isso, chegou ao lugar certo! No artigo de hoje, vamos discutir como a computação em nuvem está impactando a educação e quais benefícios ela trouxe para o setor nos últimos anos!

Como a computação em nuvem capacitou a indústria da educação

Ao longo dos anos, a indústria da educação evoluiu muito. Passamos de um ensino engessado, por meio de livros impressos e salas de aulas físicas, para uma aprendizagem dinâmica, que acontece em dispositivos móveis e computadores. Hoje, a educação está como seus novos alunos: sempre conectada, seja dentro ou fora da escola.

A tecnologia permitiu que o aprendizado alcançasse novos níveis. Por meio dela, alunos e professores podem estender o ensino para fora dos limites físicos da escola. E é a computação em nuvem que torna tudo isso possível.

Para saber como a nuvem pode impactar a educação, é preciso entender primeiro o que ela é. Para quem ainda tem dúvidas, a nuvem é uma tecnologia que muda o foco de hardwares e data centers para recursos virtuais. Isso é realizado por meio de uma vasta rede de servidores remotos espalhados pelo mundo, que fornecem os recursos sob demanda através da internet.

A nuvem significa que organizações educacionais como escolas, faculdades e universidades não precisam mais comprar, possuir e manter seus próprios servidores e data centers. Em vez disso, elas podem aproveitar recursos de tecnologia pela internet e consumi-los conforme necessário.

Mas o que isso traz de tão inovador para as instituições de ensino? Vamos dar uma olhada nos impactos que a nuvem trouxe para a educação a seguir.

5 maneiras em que a nuvem impactou o setor educacional

As instituições educacionais estão utilizando a nuvem para aumentar a conectividade entre a escola e seus alunos. Esta é uma grande evolução desde os dias de um sistema de armazenamento em disquete e livros pesados que rapidamente ficavam desatualizados.

Então, o que está acontecendo nesta revolução educacional baseada na nuvem? Pode parecer distante para sua instituição educacional mergulhar na modernização de aplicativos, mas o impacto positivo da computação em nuvem para o aprendizado é significativo. Abaixo, mostramos quais são eles!

1. Ambientes de ensino virtuais

Começando do básico: o software na nuvem é o que torna as salas de aula virtuais possíveis. Ele conecta professores e alunos através de uma plataforma única e integrada. Isso permite reduzir drasticamente os custos de infraestrutura (tanto do local físico da instituição quanto da infraestrutura de TI).

Ao mesmo tempo, as salas virtuais ampliam o alcance da escola e dos professores, eliminando as antigas barreiras geográficas ao ensino. Até mesmo provas e exames podem ser realizadas remotamente, além de diversas outras atividades que ganham uma nova cara e trazem novos benefícios no mundo virtual.

2. Compliance e segurança da informação

Os principais provedores de nuvem operam redes de classe mundial em instalações de ponta por todo o mundo. Eles atendem milhares de organizações no setor de educação, o que significa que provavelmente são capazes de atender a quaisquer requisitos de confiabilidade, segurança ou conformidade que uma instituição possa ter.

Manter dados confidenciais, como informações de alunos ou dados financeiros, na nuvem, em vez de em um disco rígido, pode evitar que os dados sejam comprometidos se um dispositivo for roubado ou extraviado. Ainda, os provedores de nuvem são capazes de manter a latência baixa e oferecer backup e recuperação de desastres quase inigualáveis.

3. Redução de custos

Outro grande impacto que a computação em nuvem trouxe para a educação foi a possibilidade de reduzir os custos, tanto para instituições quanto para alunos. Enquanto os estudantes podem ter acesso a todo o conteúdo com um simples dispositivo móvel, as instituições reduzem os custos com hardware e manutenção de servidores caros.

A computação em nuvem também torna os custos das instituições mais fáceis de controlar. Ela é paga em um modelo “pay-as-you-go”, que significa que a instituição pagará apenas pelos recursos que realmente utilizar. Além de assegurar previsibilidade dos custos, isso também elimina gastos com hardware obsoleto ou sem uso.

4. Escalabilidade

As soluções em nuvem para a educação fornecem às organizações do setor a flexibilidade de responder imediatamente às mudanças — como mudar repentinamente do aprendizado presencial para o remoto.

Com a nuvem, as organizações podem aumentar ou diminuir os recursos conforme necessário, sem todo o planejamento demorado, caro e, às vezes, burocrático para configurar o hardware local.

A nuvem também oferece elasticidade para aumentar automaticamente seus recursos de tecnologia para lidar com uma alta na demanda. Com o hardware local, uma onda repentina e inesperada de pessoas acessando um servidor pode interromper tudo. Mas a nuvem pode ser ampliada para lidar com a demanda automaticamente -— ou fazer ajustes com base em seus critérios

5. Agilidade e inovação

Outra maneira pela qual as instituições de ensino podem se beneficiar da computação em nuvem é por meio da agilidade e da inovação. A nuvem dá a eles a capacidade de experimentar com mais rapidez e frequência.

Novas ferramentas e recursos podem ser desenvolvidos, testados e implantados nos aplicativos para torná-los melhores do que antes. O resultado é que experiências melhores de aprendizagem podem ser criadas. Um exemplo disso é o Adaptive Learning, tecnologia que adequa o caminho de ensino às particularidades de cada aluno.

Concluindo, quando a tecnologia de computação em nuvem encontra a educação, um novo mundo de possibilidades se abre para instituições e alunos. Se você está pensando em migrar as cargas de trabalho da sua instituição para a nuvem, não há melhor momento para aprender mais sobre nossas soluções.

Fonte: https://bedu.tech/como-a-computacao-em-nuvem-esta-impactando-a-educacao/

Conheça ITExperts e nossas soluções em cloud para Educação.

Solução em infraestrutura educacional.

Mantenha-se atualizado

Leia também

Blog

AWS adota o Fedora Linux para seu Amazon Linux baseado em nuvem

Quero saber mais
Blog

adidas migra ambientes SAP para AWS

Quero saber mais
BlogTécnico

Gestão educacional em nuvem: o que é possível fazer?

Quero saber mais
Abra o chat
Olá, gostaria de um atendimento?
Olá! No que podemos te ajudar?