BlogTecnologia e Educação

Tecnologia na educação infantil

O uso das tecnologias na educação infantil é cada vez mais frequente, e não é difícil entender o porquê: com a tecnologia cada vez mais presente na vida das crianças, faz sentido que ela também seja uma grande aliada nos estudos.

A tecnologia na educação infantil torna o aprendizado mais prazeroso e natural para crianças acostumadas com o mundo digital, permitindo que elas encontrem novas formas de buscar conhecimento, questionar, pesquisar, pensar criticamente e expressar suas opiniões. Assim, o estudo se torna mais interessante e proativo.

Com a pandemia e o processo de transformação digital pelo qual tanto escolas quanto alunos precisaram passar, o uso das tecnologias na educação infantil ficou ainda mais evidente. O que não quer dizer que não existam limites para o uso de telas.

Como lidar, então, com esta situação? Como determinar limites e ao mesmo tempo aproveitar todas as vantagens da cultura digital na educação infantil?

A seguir, vamos explicar em detalhes quais são os benefícios da tecnologia na educação infantil e como usar as ferramentas digitais para obter os melhores resultados para seu filho.

Qual é o papel da tecnologia na educação infantil?

Pense por um minuto na sua infância, tanto na forma de brincar quanto de aprender. Apostamos que não havia muita tecnologia envolvida, não é? Agora observe por alguns minutos a rotina do seu filho. Pois é, estar inserido na tecnologia é uma das características das novas gerações.

Como dá para perceber, há um abismo de diferença entre estas duas situações no que se refere ao universo digital. Por isso mesmo, não faz nenhum sentido imaginar que o ensino de hoje deva ser feito do mesmo jeito que era há poucas décadas.

As crianças de hoje estão expostas constantemente a uma quantidade enorme de estímulos e acostumadas a agir de forma ativa, indo atrás das informações que necessitam com uma simples busca na internet.

Assim, um modelo passivo de educação, em que a criança apenas escuta enquanto o professor fala, pode desmotivar os alunos.

É aí que entra a tecnologia na educação infantil.

Quais os benefícios da tecnologia na educação infantil?

Com o uso das tecnologias na educação infantil é possível transformar o ambiente escolar em um lugar mais dinâmico, onde os alunos podem interagir com o conhecimento de maneira ativa, como estão acostumados a fazer em seu dia a dia fora da escola.

E os benefícios da tecnologia na educação infantil vão bem além disso, como você pode ver a seguir!

– Fácil acesso aos materiais e conteúdos

Lembra como as enciclopédias eram caras antigamente? Para quem não podia ter toda a coleção, a solução era frequentar a biblioteca da escola ou da cidade.

Este é um ponto de vista que ajuda a entender a facilidade de acesso que as tecnologias atuais proporcionam. Em qualquer lugar, é possível tirar um smartphone do bolso e ter acesso a milhares de fontes sobre um mesmo tema.

Esta facilidade transforma não só a busca por conhecimento, mas a própria relação do aluno com ele, estimulando sua curiosidade e seu autodidatismo.

– Aprender com recursos multimídia

O mundo de hoje é multimidiático. Basta uma busca na internet para obter como respostas vídeos, imagens, mapas e aplicativos.

Quando esta visão é transferida para a tecnologia na educação infantil, o resultado é um engajamento muito maior por parte do aluno.

Afinal, este é o modo como ele tem acesso à informação fora da escola. Por que, então, não deveria ser assim também justamente no local dedicado à aprendizagem?

Aliar ferramentas no processo de ensino, complementando os temas estudados com vídeos, podcasts e livros digitais, ou mesmo com a gamificação, é um excelente jeito de manter os alunos motivados e interessados em aprender.

– Preparação das crianças para o futuro

Se o presente já é repleto de novas tecnologias, que a cada dia parecem evoluir mais rápido, o que dizer sobre o futuro?

A tendência é que a tecnologia faça ainda mais parte do dia a dia, o que vai demandar dos futuros profissionais conhecimento e familiaridade com elas.

Portanto, quando seu filho começa a ter contato com os benefícios da tecnologia na educação infantil, se prepara melhor para este cenário.

Para ter uma ideia, pense em como é cada vez mais difícil para adultos que não nasceram em tempos digitais dominar as novas tecnologias. Impressoras 3D, metaverso, programação, robótica… Já pensou como tudo isso seria mais simples se você tivesse visto na escola?

– Traz dinamismo para a sala de aula
Com a oferta de recursos disponíveis atualmente, como vídeos online, podcasts, textos, gráficos e estatísticas, tudo a um clique de distância, chega a ser absurdo imaginar que algumas escolas ainda usem somente o quadro-negro como ferramenta de ensino.

Além de abrir mão de uma ferramenta incrível para ampliar o conhecimento, esta postura bate de frente com a postura dos alunos fora da sala de aula, acostumados com o dinamismo das redes sociais e da internet.

A cultura digital na educação infantil traz justamente este dinamismo para dentro da sala de aula, engajando os alunos com elementos familiares a eles e com os quais gostam de interagir.

– Desenvolve novas habilidades

A tecnologia na educação infantil é uma ótima forma de proporcionar estímulos diferentes às crianças, contribuindo para o seu pleno desenvolvimento.

Além disso, as ferramentas tecnológicas ajudam inclusive a desenvolver habilidades socioemocionais, estimulando os alunos a construírem o conhecimento em conjunto.

Este tipo de interação provoca maior respeito às diferenças, autoconhecimento e sensação de pertencimento, fazendo com que o uso das tecnologias na educação infantil atue com o objetivo de aproximar os alunos.

– Melhora o raciocínio lógico

A programação já é utilizada em inúmeras escolas. Ao propor tarefas que estimulam o levantamento de hipóteses, testes e validação, ela estimula o raciocínio lógico.

O mesmo pode ser dito de inúmeras outras soluções que trabalham a memória, foco e atenção, levando o aluno a trabalhar estas habilidades cognitivas na prática.

– Respeito à individualidade da criança

Por meio de dados e relatórios, é possível usar os benefícios da tecnologia na educação infantil para entender melhor o comportamento e características de cada aluno, oferecendo assim um ensino mais individualizado.

Ao respeitar o ritmo da criança, a escola consegue manter o aluno focado em seu aprendizado e motivado, pois está superando desafios à sua maneira, sem estar tão atado ao ritmo geral da turma.

– Estímulo à criatividade

Quando o assunto é tecnologia, é comum darmos muita atenção a dados e linguagens de programação e esquecermos de um componente essencial para a inovação: a criatividade.

Foi um olhar diferente do comum, buscando novas respostas para problemas antigos, que impulsionou o uso da tecnologia para propor soluções disruptivas que mudaram a forma de nos relacionarmos, alugarmos uma casa, pedirmos comida em casa ou um transporte.

A cultura maker, aliada à tecnologia na educação infantil, funciona como um excelente estímulo para o pensamento crítico e uma visão mais curiosa do mundo.

Pensar de maneira diferente, adaptar-se rapidamente e saber aproveitar oportunidades de maneira criativa será, nos próximos anos, tão importante quanto dominar a tecnologia.

– Melhora a autonomia

As crianças de hoje são muito diferentes das de antigamente. Se, antes, elas recebiam conhecimento do professor de forma passiva, apenas ouvindo o que lhes era transmitido, hoje a situação é exatamente o contrário.

A resposta para qualquer pergunta está, literalmente, a um clique de distância. Basta uma busca na internet para ter acesso a muita informação em forma de texto, podcasts, vídeos e infográficos.

Esta dinâmica é parte do estilo de vida das gerações mais novas, nascidas em contato com a tecnologia, e determina bastante seu modo de aprender. O aluno de hoje é ativo, interativo e participativo.

Tudo isso leva a uma grande mudança no modelo de ensino, no qual a criança ganha maior autonomia nos estudos e o professor assume o papel de tutor, direcionando e propondo questionamentos.

Exemplos de como usar a tecnologia na educação infantil

Como você pode imaginar, existem inúmeras possibilidades de uso da tecnologia na educação infantil, desde aquelas mais corriqueiras até as mais complexas, oferecidas em forma de soluções educacionais ou aplicativos específicos.

A seguir, trazemos alguns exemplos de como inserir a tecnologia na educação.

Audiolivros

Os livros digitais são uma grande ferramenta para estimular o hábito da leitura. Além de poder carregar várias obras para todos os lugares em um simples telefone celular, eles apresentam recursos interativos como a possibilidade de destacar trechos, fazer busca por palavras ou consultar um dicionário apenas selecionando um termo no texto.

Outra possibilidade que a cultura digital na educação infantil proporciona é a de usar os audiolivros. Além de serem uma maneira diferente de transmitir o conteúdo, eles podem ser uma excelente ferramenta para crianças com dificuldades visuais, por exemplo.

Jogos pedagógicos

Não há dúvida de que a criançada é louca por games! Então, por que não aproveitar esta disposição toda para usar os jogos como meio de aprendizagem?
É exatamente isso que propõe a gamificação (do inglês gamification), um termo que cada vez mais aparece quando o assunto é tecnologia na educação infantil.

Basicamente, a gamificação transporta a dinâmica de desafios e etapas que precisam ser vencidas em busca de um objetivo final, agregando conceitos como medalhas (badges) por conquistas específicas e outros recursos comuns aos games.

Plataforma de estudo a distância

A pandemia deixou muito clara a importância da tecnologia como forma de manter as crianças dentro do cronograma de estudos. As aulas online e ambientes virtuais de aprendizagem mostraram que é possível aprender de maneira remota.

Por mais que a forma como tudo foi feito esteja longe do ideal, até porque foi fruto da necessidade e implementada com urgência, o fato é que a tecnologia na educação infantil trouxe muitos avanços para as aulas online e estudo a distância.

Exibição de filmes curtos

Basta avaliar o sucesso de centenas de youtubers para compreender o quanto a linguagem audiovisual é atrativa para as crianças.

Vídeos de curta duração são um formato que faz parte da vida dos alunos, e utilizá-los como ferramenta de aprendizagem é um uso muito inteligente da tecnologia na educação infantil.

Como inserir a tecnologia na educação infantil?

Há muitas formas de inserir a tecnologia na educação infantil. Com os celulares e tablets, é possível ler livros digitais ou acessar soluções educacionais que facilitam os estudos e proporcionam formas de interação diferentes das tradicionais.

Alguns exemplos deste tipo de solução já são usados por muitas escolas, que oferecem aulas de robótica e programação para as crianças.

Algo que deve ser lembrado é que o uso das tecnologias na educação infantil não substitui um projeto pedagógico consistente ou um corpo docente qualificado. Tudo isso deve andar em conjunto e funcionar como forças complementares.

Fique por dentro das inovações tecnológicas aqui no blog da https://www.itexperts.com.br/contato/

Originalmente publicado em Kumon

Mantenha-se atualizado

Leia também

BlogNoticias

Mistral Large (AI) – agora disponível no Amazon Bedrock

Quero saber mais
BlogNoticias

Tripé 5G, Edge Computing e Cloud exige mudança cultural na organização

Quero saber mais
BlogNoticiasTecnologia e Educação

Estatísticas da computação em nuvem na educação mundial

Quero saber mais
Abra o chat
Olá, gostaria de um atendimento?
Olá! No que podemos te ajudar?