BlogTécnico

AWS Elastic Disaster Recovery

O AWS Elastic Disaster Recovery permite a recuperação escalável e com uma boa relação entre custo e benefício para aplicações.

Perdas de dados podem acarretar enormes transtornos e prejuízos. Um plano de contingencia é fundamental para recuperação e manutenção de sua aplicação ou sistema. Saiba neste artigo o que o AWS Elastic Disaster Recovery pode ser uma excelente solução para estes casos.

O que é possível fazer com o AWS ELastic Disaster Recovery?

*Reduza os custos removendo os recursos dos locais de recuperação ociosos e pague pelo local completo de recuperação de desastres somente quando necessário.

*Recupere suas aplicações em minutos, no seu estado mais atualizado ou a partir de um ponto anterior.
*Use um processo unificado para testar, recuperar e fazer failback de uma ampla variedade de aplicações, sem conjuntos de habilidades especializadas.

*Ganhe flexibilidade usando a AWS como local de recuperação elástica, com a capacidade de adicionar ou remover servidores de replicação conforme necessário.

Como funciona o AWS AWS Elastic Disaster Recovery?

O AWS Elastic Disaster Recovery (AWS DRS) minimiza o tempo de inatividade e a perda de dados com recuperação rápida e confiável de aplicações on-premises e baseadas na nuvem com armazenamento acessível, computação mínima e recuperação em um ponto anterior no tempo.

Configuração

Configure o AWS RDS em seus servidores de origem para iniciar a replicação segura de dados. Seus dados são replicados para uma sub-rede de área de preparação na sua conta da AWS, na região da AWS selecionada.

O projeto da área de preparação reduz os custos usando armazenamento acessível e recursos de computação mínimos para manter a replicação contínua. Você pode realizar testes sem interrupções para confirmar que a implementação foi concluída. Durante a operação normal, mantenha a prontidão monitorando a replicação e executando periodicamente sessões de recuperação e failback sem interrupções.

Se você precisar recuperar aplicações, poderá executar instâncias de recuperação na AWS em poucos minutos, usando o estado de servidor mais atualizado ou um ponto anterior no tempo. Depois que suas aplicações estiverem em execução na AWS, você poderá optar por mantê-las lá ou poderá iniciar a replicação de dados de volta ao seu site principal quando o problema for resolvido. É possível fazer failback para o local primário sempre que você estiver pronto.

Casos de uso do AWS Elastic Disaster Recovery

Confira a seguir os mais comuns e recomendados casos em que pode ser empregada a solução AWS Elastic Disaster Recovery:

On-premises para AWS

Recupere operações após eventos inesperados, como problemas de software ou falhas de hardware do datacenter. O AWS DRS habilita RPOs de poucos segundos e RTOs de poucos minutos.

Nuvem para AWS

Ajude a aumentar a resiliência e atender a requisitos de conformidade usando a AWS como seu local de recuperação. O AWS DRS converte suas aplicações baseadas na nuvem para que sejam executadas nativamente na AWS.

Região da AWS para região da AWS

Aumente a resiliência da aplicação e ajude a cumprir as metas de disponibilidade para suas aplicações baseadas na AWS usando o AWS DRS para recuperar aplicações em uma região diferente da AWS.

Originalmente publicado em: https://aws.amazon.com/pt/disaster-recovery/

Conheça ITExperts e nossas soluções em cloud para Educação.

Solução em infraestrutura educacional.

Mantenha-se atualizado

Leia também

BlogTecnologia e Educação

O LMS baseado em nuvem veio para ficar

Quero saber mais
Blog

Saiba mais sobre o Amazon S3 Glacier

Quero saber mais
BlogTecnologia e Educação

Learning Analytics: o que é essa ferramenta e qual o seu diferencial

Quero saber mais
Abra o chat
Olá, gostaria de um atendimento?
Olá! No que podemos te ajudar?